Os planos de saúde para o seu animal de estimação apresentam uma grande vantagem na hora de evitar altos gastos em casos de atendimento e situações de emergência, que é a liberdade de escolha de atendimento. Hoje em dia há uma grande oferta de unidades clínicas e profissionais veterinários que podem ser escolhidas pelo dono do animal para atendimento quando for necessário.

Por isso, na hora de escolher o melhor plano de saúde para o seu querido pet, tenha em mente alguns detalhes fundamentais:

1) Pense bem antes de optar por planos mais simples ou outros com maiores benefícios e, obviamente, mais caros. Leve em consideração a idade de seu pet – normalmente, os animais mais velhos necessitam de maiores cuidados com a saúde do que os mais jovens – sem esquecer da raça e do porte;

2) se você viaja com frequência com o seu animal de estimação, escolha um plano que possua cobertura nas principais capitais do país, o que é muito útil em caso de algum tipo de atendimento veterinário emergencial. Em casos de viagens para áreas sem cobertura, assegure que seu plano ofereça facilidades e descontos em estadias em hotéis para Pets;

3) analise com calma todas as ofertas disponíveis no mercado e esteja sempre atento a todas as cláusulas do contrato do plano de saúde, sem jamais deixar de obter respostas para as suas dúvidas antes de sua assinatura do contrato. Verifique se as empresas que oferecem plano de saúde animal estão registrada no CRMV (Conselho Regional de Medicina Veterinária)

4) pense bem nas vantagens e desvantagens em adquirir um “plano de clínicas”, que são serviços oferecidos por um determinado hospital veterinário ou clínica, no qual o dono paga um valor e tem direito a consultas, exames e outros tratamentos do estabelecimento contratado, além de outros benefícios, como banhos, tosas, vacinas e compra de utensílios. Por outro lado, isso pode não ser interessante para quem tem um veterinário de confiança ou precisa de um especialista que a clínica não oferece. Tal restrição de serviços pode tornar o referido plano em um contrato desvantajoso, ocasionando maiores gastos.

Portanto, o ideal é pensar bem no seu pet e em você também!